Boldo (Coleus barbatus) - Como utilizar e propriedades

BOLDO
 
Existem varias plantas medicinais com o nome de boldo. Todas elas são adequadas para problemas do estômago e do fígado. Entre nós são 3 as espécies mais populares.


A primeira é conhecida como boldo, ou boldo-comum ou ainda falso-boldo, e tem o nome científico Coleus barbatus, da família das Labiadas.

Esse boldo é muito popular, cultivado em jardins. Tem folhas peludas, de um verde claro, com cheiro forte, individual com gosto forte e desagradável.

Nasce facilmente com mudas a partir de estacas. Ele é perene, isto é, cresce todo o ano, não necessita ser replantado.   

Outro boldo, que existe nativo essencialmente em nossos campos e lavouras, é o boldo-do-campo ou doce-amargo-do-campo, que é conhecida pelo nome científico Pterocaulon polystachium, da família das Compostas.

Este é anual, só nasce durante o verão, quase na época da macela. É uma erva com uma só haste fina, forte e reta, ao longo da qual estão as folhas verdes, bem pegajosas, como é também a haste.

No topo forma-se, na época da floração, uma cachopa ramificada com cachos de flores brancas. No todo lembra a ervalanceta.

Usa-se as folhas em chá ou tintas. Tem odor agradável e o gosto é bem amargo, mas suave. Como é planta anual, tem de ser colhida na época da floração, desidratada à sombra ou em estufa e guardada para o resto do ano. 

Um terceiro boldo, este citado em livros brasileiros e estrangeiros e aparecendo na formulação de muitos remédios para estômago e fígado, é o boldo-do-Chile. É muito raro pelo Brasil. Seu nome científico é Peumus boldus da família das Monimiáceas.

Como seu nome comum indica é originário do Chile. Como se lê nos livros, as folhas deste boldo têm um cheiro semelhante ao da hortelã. Os índios dos Andes as utilizaram para o estômago e para abrir o apetite.

Este boldo, como também os outros, incentiva a secreção da bilis pelas células do fígado e descomplica o funcionamento da vesícula biliar. 

Parece até mais que acaso, que numa terra onde se come churrasco de carne gorda, cresce também um chá providencial, o doce amargo-do-campo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

How to stop feeling like a loser

loading...