Diabetes 1 e 2, Cuidados, Alimentação e Tratamento

Photo by Kate on Unsplash

Diabetes tipo 1

Diabetes tipo 1 – Da mesma forma denominado como diabetes insulinodependente, diabetes infanto-juvenil e diabetes imunomediado.

Neste seguimento de diabetes a formação de insulina do pâncreas é deficiente pois suas células sofrem o que denominamos de destruição autoimune.

 As pessoas que tem diabetes tipo 1 carecem de injeções todos os dias de insulina para manterem a glicose no sangue em numeros normais.

Existe risco de vida se as doses de insulina não são dadas todos os dias. O diabetes tipo 1 ainda que ocorra em indefinidas idades é muito mais frequente em crianças, adolescentes ou jovens adultos.



Diabetes tipo 2


Diabetes tipo 2 – Da mesma forma intitulado de diabetes não insulinodependente ou diabetes do adulto e representa a 90% dos casos de diabetes.

Acontece em geral nas pessoas mais gordas acima de 40 anos de idade, ainda que nos dias de hoje se vê com maior frequência em jovens , devido aos maus hábitos alimentares, sedentarismo e stress da vida urbana.

Neste tipo de diabetes existe a presença de insulina todavia sua ação é bloqueada pela obesidade, o que é reconhecido como resistência insulínica, uma das causas de HIPERGLICEMIA.

Por ser pouco sintomática o diabetes na maior parte das vezes continua por muitos anos sem diagnóstico e sem tratamento o que ajuda a ocorrência de suas complicações no coração e no cérebro.





Qual é o tratamento para diabetes?


Diabetes tipo 1: o tratamento do Diabetes tipo 1 consiste principalmente na insulinoterapia, ou seja, aplicação de insulina de modo a administrar os níveis de glicemia (açúcar no sangue) da pessoa com diabetes. Com a combinação ao uso da insulina uma dieta apropriada, através da orientação nutricional e a prática de atividades física


Diabetes tipo 2: o tratamento do Diabetes tipo 2 inicialmente é feito em geral com medicamentos, dieta adequada, na qual  reduz a digestão de açúcares e carboidratos e prática de atividade física.

Os medicamentos melhoram a eficacia das células à insulina, estimulam a produção e liberação de insulina pelo pâncreas, diminuem a absorção de açúcar pelo intestino e aumentam a expulsão de glicose pela urina.

Com o passar do tempo pode haver também a inevitabilidade do uso da insulina.



Diabetes gestacional: o recurso terapêutico é feito com alterações na dieta e prática de atividade física orientada. Injeções de insulina podem ser necessárias, no caso da dieta e dos exercícios não serem suficientes para controlar os níveis de açúcar no sangue.



Alimentos permitidos na Diabetes tipo 2

Os alimentos permitidos na dieta para diabetes tipo 2 são aqueles ricos em fibras, proteínas e gorduras boas, como:

Grãos integrais: farinha de trigo, arroz e macarrão integrais, aveia, pipoca;

Leguminosas: feijão, soja, grão-de-bico, lentilha, ervilha;

Legumes em geral, exceto batata, batata doce, macaxeira e inhame, pois têm elevada concentração de carboidratos e devem ser consumidos em pequenas porções;

Carnes em geral, exceto carnes processadas, como presunto, peito de peru, salsicha, linguiça, bacon, mortadela e salame;

Frutas em geral, desde que consumidas 1 unidade por vez;

Gorduras boas: abacate, coco, azeite, óleo de coco e manteiga;

Oleaginosas: castanhas, amendoim, avelãs, nozes e amêndoas;

Leite e derivados, devendo-se ter atenção para escolher iogurtes sem adição de açúcar.

Dieta para Diabéticos tipo 1

Para quem tem essa doença é necessário adotar a dieta para diabetes tipo 1, mas o interessante é que essa dieta é bem parecida com a alimentação recomendada para quem quer uma vida saudável. Ou seja é preciso incluir na rotina alimentar muitas verduras, frutas, cereais, fibras e carnes magras.

O cuidado maior na dieta para diabéticos tipo 1 é com a restrição a alimentos como carboidratos simples, gordura e claro, açúcar! Alguns dos alimentos que precisam ser evitados na dieta para diabéticos 1:

Refrigerantes
Sucos artificiais
Doces em geral
Pão
Bolo
Leite
Manteiga
Carnes vermelha

Em resumo na dieta para diabéticos tipo 1 é necessário excluir fontes de açúcar, doces em geral, carboidratos e gorduras.

Esta publicação teve base em pesquisas nos sites:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

How to stop feeling like a loser

loading...